Acompanhe ao vivo a sua rádio

Maestro Waltel Branco deixa a cena musical aos 89 anos - 14.12.2018

Morre aos 89 anos o maestro parnanguara Waltel Branco, icone da música brasileira reconhecido internacionalmente, e presente na cena cultural curitibana em shows memoráveis.

Na imprensa especializada foram publicadas matérias jornalísticas afirmando Waltel Branco como pioneiro na criação de estilos musicais como o Jazz Fusion. O músico morou também nos Estados Unidos, em 1950, e com o cantor João Gilberto criou a Bossa Nova. Morou ainda na Europa e na Ásia, especializando-se em trilhas sonoras.

Ministrando masterclass na Oficina de Música, participando de bate-papo no Conservatório de MPB e tantas outras atividades. Músico, arranjador, compositor e maestro paranaense, Waltel Branco era violonista, guitarrista, contrabaixista, cavaquinista, produtor e diretor musical, e professor. Foi arranjador de composições como “Azul da Cor do Mar” (Tim Maia), “Bastidores” (Cauby Peixoto), “Faz Parte do Show” Cazuza) e ficou consagrado pelo arranjo da trilha sonora do filme A Pantera-cor-de-rosa.

Trabalhou com o músico norte-americano Nat King Cole e outros nomes importantes da música dos Estados Unidos. Conheceu o maestro Henry Mancini e como ele fez composição e arranjo para a icônica trilha sonora da Pantera Cor-de-Rosa.

Em toda a carreira compôs cerca de 5.000 músicas e arranjos. Tocou com cantores brasileiros como Tom Jobim, Roberto Carlos, Dorival Caymmi, Nana Caymmi, Cazuza, Tim Maia, Djavan, Cartola, Gal Costa, Maria Creuza, Vanuza, dentre outros. Na Argentina fez parceria também com os renomados cantores Mercedes Sosa e Astor Piazzola.

Um maestro chamado Waltel

Waltel Branco nasceu em Paranaguá, em 1929. Começou a estudar música aos 12 anos e teve como mestres Bento Mossurunga, Sebastião de Oliveira, Othon Saleiros e Oscar Cáceres (violão), Padre Penalva (canto gregoriano), Jorge Kosha (música clássica), Stanley Wilson (música incidental, em Nova Iorque) e Alceo Bocchino e Mário Tavares (regência), Paulo Silva e Cláudio Santoro (composição). Na Espanha, estudou técnica instrumental com o guitarrista Andrés Segóvia.

Em 1943, um ano antes de ser ordenado padre, deixou o Seminário e seguiu para Cuba, acompanhando a cantora Lia Ray como arranjador, diretor musical e violonista. Em 1950, mudou-se para os Estados Unidos, onde estudou música incidental com o maestro Stanley Wilson e trabalhou com Henry Mancini e Nat King Cole.

No Brasil, tocou ao lado de grandes nomes da MPB como João Gilberto, Dorival Caymmi, Cartola entre outros.  Integrou os grupos Djalma Ferreira e Milionários do Ritmo e o Trio Surdina. Na TV Globo, Waltel foi diretor responsável por trilhas sonoras de novelas como “Irmãos Coragem”, “Escalada”, “O Semideus”, “Bravo”, “Moreninha”, “O Feijão e o Sonho”, “A escrava Isaura”, “Supermanoela” e “Vejo a lua no céu”. Para as novelas, compôs trilhas internacionais, sob o pseudônimo de W.Blanc.

 

Contatos

Telefone: 41 3086.0957

Email: ouvinte@95fmcuritiba.com.br

Redes sociais